quarta-feira, 30 de julho de 2014

GAZA EM CHARGES




Logo após a criação e aceitação de uma resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, em 1947, onde foi implementado o chamado Plano de Partilha da Palestina para substituir o Mandato Britânico, em 1948, o chefe-executivo da Organização Sionista Mundial, David Ben-Gurion, e também presidente da Agência Judaica para a Palestina, declarou a criação e estabelecimento de um Estado Judeu em Eretz Israel, que logo fora conhecido como estado de Israel. 
  
No dia seguinte à criação do país, as nações árabes vizinhas invadiram o local em apoio aos árabes palestinos. Desde então, foram travadas várias guerras com os estados árabes, onde houve a ocupação dos territórios da Cisjordânia, Península do Sinai, Faixa de Gaza e Colinas de Golã. Sendo assim, parte dessas áreas ocupadas, incluindo Jerusalém Oriental, foram anexadas por Israel. Entrentanto, a fronteira com a vizinha Cisjordânia ainda não foi definida de forma permanente. Israel assinou tratados de paz com Egito e Jordânia, porém os esforços para solucionar o conflito entre israelenses e palestinos até agora não resultaram em paz.
  
O que está acontecendo em Gaza é um verdadeiro massacre!
Com a desculpa de eliminar o grupo terrorista Hamas, Israel promove uma chuva de bombas estúpidas numa população encurralada por suas apertadas fronteiras.
  
Então, chamar a atenção para os fatos e evidenciar a covardia aos olhos de todos é o mínimo e talvez o máximo que nós, cartunistas, podemos fazer.
Creio que a intenção de todas as nossas charges é fazer coro àquela canção de Roberto Carlos em que diz : "Não importam os motivos da guerra, a paz é ainda mais importante”!
                                                                                                  
                                                                                                       Texto por Bício e Guiga


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget