segunda-feira, 4 de maio de 2015

QUADRANTE X - Todas as edições - número 15

A Quadrante X no. 15 já foi oficialmente lançada, já foi disponibilizada... falta alguma coisa? Sim: a resenha oficial!

QUADRANTE X #15
Lançada em abril / maio de 2015.
O Núcleo de Quadrinhistas de Santa Maria - Quadrinhos S. A. está, nesse momento, vivendo um período de incerteza (com o perdão da palavra), visto que sua sede física foi desativada por conta do descaso do Poder Público com o Casa de Cultura de Santa Maria, onde estava a sala com a gibiteca. A mesma teve de ser transferida da sala, em condições precárias. Os membros estão dispersos - apenas alguns dos membros originais ainda residem em Santa Maria - e os contatos, no momento, são majoritariamente virtuais - o que soa premonitório com relação ao tema escolhido para este ano. Ainda assim, conseguimos trazer à luz uma nova Quadrante X, a 16a. de nossa carreira - contando o número 0, de 2003. Desde a número 7, de 2006, a revista tem periodicidade anual; desde a número 10, de 2009, a publicação segue a linha temática - todas, ou quase todas as histórias ligadas a um tema comum; e, desde o número 13, de 2013, as histórias são independentes, intimistas, fechadas e não são com os personagens consagrados, como Lenis, Trava, Teixeirão, Capoeira Negro, Chicken Man, Super Anões, Putzman, Boca do Monte, Super Tramposo, Eremita do Taperinha, Nada, Mano & Véio, Abysmo e outros que fizeram sua estreia nestas páginas. Bem, o tema escolhido para o corrente ano foi Comunicação - abordando vários aspectos da evolução da mesma, com o crescimento da telefonia celular e das redes sociais, e os impactos delas sobre o ser humano e suas relações sociais. A edição vem com enxutas 32 páginas, sem contar capa (ilustração-pôster dos Marcéis, Ibaldo e Jacques), e menos autores participantes com relação às edições anteriores. Começando com a parte "burocrática": as seções Quadrinhos em Ação e Traçando Todas, pelos Marcéis Jacques e Ibaldo - resumo das atividades do Quadrinhos S. A. e da cultura pop em Santa Maria entre 2014 e 2015; Nona Arte, a coluna opinativa de Antônio Mello, e Macroscópio da História, por Fernando Rodrigues. Aí, começam os quadrinhos, com a cômica - e ligeiramente descolada do tema da revista - Rapunzel dos Pampas, de Milton Soares, uma interpretação gauchesca do conto de fadas, e com final infeliz... para a personagem-título. A seguir, Not Found, de Marcel Ibaldo (roteiro) e Max Andrade (arte) - este, de Minas Gerais, que conseguiu lançar, ano passado, o segundo volume de seu mangá Tools Challenge - uma reflexão sobre as transformações que as redes sociais provocaram nas pessoas, e a possível consequência da perda do sinal da internet. Em seguida, Chegou Mensagem!, roteiro e desenhos de Rafael Grasel e arte-final de Marcel Jacques, uma história descompromissada - a uniformização da tecnologia permitindo uma brincadeirinha de mau gosto em um metrô - e uma experimentação do autor com HQs sem palavras; deixando o clima mais pesado, Marcel Ibaldo (roteiro) e Marcel Jacques (arte) comparecem a seguir com Ruído, uma semi-narrativa de terror sobre conflito de opiniões e a ascensão da violência por conta do extremismo da dialética no mundo digital - leiam a Quadrante X para entenderem; A seguir, Bira Dantas, de São Paulo, comparece na seção Caricultura, retratando Jô Soares; de Rio Grande, RS, chega a seguir Alisson Affonso - co-editor do jornal Peixe Frito, da revista Ideia e da coletânea Plataforma HQ - com Mundo Cruel, tiras em grande parte com desenhos repetitivos, mas carregadas de humor negro e violência psicológica em seu retrato do mundo de hoje; em seguida, vem a Galeria, desenhos enviados pelos nossos leitores; Byrata, retornando à Quadrante X (ele não comparecia desde o número 8, de 2007) chega em seguida, com uma historinha curta do Xiru Lautério, Palanque de Selfie; e, encerrando, a seção Merchadising S. A., divulgação de trabalhos dos amigos - particularmente, Bira Dantas, Alisson Affonso e Max Andrade. E, agora... só o futuro e as circunstâncias dirão se o Quadrinhos S. A. e a Quadrante X continuarão no ano seguinte. Ao menos, da forma como tem sido até o momento.
Adquiram a sua, após a Feira do Livro de Santa Maria, ao preço de R$ 5,00, pelo e-mail quadrinhos.sa@ibest.com.br.

Está aí. Agora depende de vocês: adquiram sua Quadrante X # 15!

Nenhum comentário:

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.