segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Videocrítica - Tropa de Elite 2


Fomos conferir a visceral sequência do filme Tropa de Elite no cinema.
Realmente, uma grande obra do cinema nacional!!!

Veja a videocrítica abaixo, e confira também a crítica do filme na íntegra clicando aqui.






4 comentários:

Deborah Rosa... disse...

vocês não tem jeito mesmo...
eu não sei de onde tiram tanto senso de humor...
o que acho mais genial é que vocês se divertem com tudo...
muito, muito bom...

Marcel Ibaldo disse...

A mais megalomaníaca de todas as videocríticas, foi talvez a melhor de todas.

Devo ressaltar que foi interessante o comentário do Jacszcxz, até porque era o único do qual eu não tinha conhecimento da opinião acerca do filme de maneira crítica.
E observando o que foi mencionado, considero que este seja sim um filme real, até porque, segundo li em algum site que não me recordo qual era, o diretor baseou o roteiro em vários incidentes verídicos ocorridos no país.
Apesar de ter considerado "Tropa de Elite 2", bem mais intenso do que "A Origem", pecebo sim uma grande proximidade entre o peso dramático obtido no cinema nacional atual, e nos bons filmes hollywoodianos, porém, enquanto no filme de Christopher Nolan há um padrão que nos leva a crer que haverá mais ou menos um final que possa ser considerado feliz, ou que certas coisas as vezes sejam parte de uma estrutura recorrente (isto não desmerecendo o filme), no filme de José Padilha é impossível prever o que acontecerá na cena posterior.
Não há personagem que esteja imune ao interesse do diretor em conferir realismo ao que está sendo contado.
Qualquer personagem pode morrer em prol da construção de uma trajetória cinematográfica violenta e convincente, deixando ainda mais perplexo o espectador que conseguir perceber que o espelho distorcido da política expresso no filme, não é nada mais do que um vislumbre da nossa própria realidade de desigualdade social, e desinteresse dos governantes democraticamente eleitos.

Marcel Jacques disse...

Grato pelas palavras.

Percebo que o filme gera infinitas discussões sob diferentes pontos de vista.

Com 8 minutos, será que batemos esta videocrítica?!

Aguardemos!

Guilherme Hollweg disse...

Curti pacas a videocrítica.
Uma das melhores até então.
Um grande filme, e ótimos comentários.

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.