segunda-feira, 5 de maio de 2014

QUADRANTE X - Todas as edições - número 14

Acaba de chegar! Mais um número da Quadrante X - com a devida resenha!

QUADRANTE X no. 14
Lançado em maio de 2014.
A revista mantém, desde o # 10, a tradição de lançar edições temáticas, com histórias ligadas a um tema comum. Desta vez, o Quadrinhos S. A. escolheu como tema da Quadrante X "Futuro", as diversas formas de imaginar o amanhã - desde distopias, um futuro negro para a humanidade e para o planeta, até o futuro tecnológico, mais otimista na inteligência humana. Como tem sido desde que a ficção científica deixou de engatinhar e caminhou a passos cada vez mais largos na cultura humana. A revista, com 44 páginas (sem contar capa) começa já com a parte "burocrática", ou seja, as matérias: as seções Quadrinhos em Ação e Traçando Todas, pelos Marcéis Ibaldo e Jacques, as atividades do Quadrinhos S. A. e da cultura pop em Santa Maria; a seção Nona Arte, por Antônio Mello, e desta vez quem assina a seção Macroscópio da História é Carlos Fernando Rodrigues, um dos redatores do blog Satélite Vertebral. Só aí começam as HQ, começando com O Presente do Passado, de Milton Soares (argumento e arte) e Marcel Ibaldo (roteiro). Nela, um grupo de exploradores viaja através do tempo, e vislumbram a possibilidade de uma das mais contundentes máximas de Albert Einstein se concretizar: "Não sei com que armas a III Guerra Mundial será lutada, mas a IV Guerra Mundial será lutada com paus e pedras"; Em seguida, vem a segunda colaboração do paranaense Bruno Marafigo (a primeira foi na QX 13), em seu traço assustador e realisticamente surreal, e seu texto incluído a mão, com Por Cada Grão de Areia, um diálogo poético de um homem contra o implacável tempo; Em seguida, é a vez de Fabrício Parzianello, o Bício (roteiro) e Marcel Ibaldo (roteiro e arte) comparecerem com A 90, onde reflexões sobre o tempo e a evolução tecnológica partem de uma mídia há muito ultrapassada: a fita K7 (lembram?); de Minas Gerais, Max Andrade, o autor da série Tools Challenge (cujo segundo número impresso sairá em breve, graças ao financiamento dos leitores), comparece com Aliens, uma tentativa frustrada de comunicação de alienígenas com os terráqueos para informar de mudanças na Via Láctea (vai pegar?); a seguir, Rafael Grasel em sua história mais longa já produzida para a Quadrante X: O Lixeiro - texto e desenhos de Rafael e arte-final de Marcel Jacques. Uma reflexão mezzo otimista, mezzo pessimista sobre a evolução tecnológica, através da abordagem ecológica sobre o lixo espacial; de São Paulo, Bira Dantas mais uma vez comparece na seção Caricultura, retratando o escritor de ficção científica Isaac Asimov; Na seção Merchandising S. A., que desta vez chega mais cedo, Cid Legal, mascote do Programa Municipal de Educação Fiscal de Santa Maria, RS (patrocinadora da revista), dá mais uma dica de cidadania, desta vez relacionado às eleições, em Construindo o Futuro - roteiro e arte de Marcel Ibaldo; A seguir, a Galeria do Leitor também chega cedo, com mais trabalhos dos leitores - e trazendo o retorno de Mário Luís Trevisan, o Al Mário, à Quadrante X, ele que estava sumido da publicação desde a QX 10; Continuando a parte das histórias, com mais uma combinação de crítica social e técnicas inusitadas de arte, quase realistas, Marcel Jacques (texto e arte, com a colaboração de Cássio Lemos, Marcel Ibaldo e Ricardo Machado), retrata um futuro negro para a humanidade em Remanescente, em que o colapso da civilização leva a medidas extremas de sobrevivência, numa história cheia de violência (a mais violenta desde Fome Zero, da QX 12);  e, encerrando as histórias, Rafael Corrêa, de Porto Alegre (RS), com Umbigo, um sonho brutalmente interrompido. E a revista termina com a seção Merchandising S. A., destacando as mais recentes publicações de HQ independentes. A capa-pôster é dos Marcéis Ibaldo e Jacques.

(texto originalmente publicado no blog http://estudiorafelipe.blogspot.com.br/, com alterações).
Até a próxima Quadrante X!

Nenhum comentário:

Gadget

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.